Prezado candidato!

Antes de realizar sua inscrição você deverá ler com atenção o edital referente a este processo seletivo e preencher todos os campos contidos no sistema.
Todas as informações contidas na inscrição são de inteira responsabilidade do candidato;
No término de sua inscrição você deverá clicar no botão “IMPRIMIR” que gerará o comprovante de inscrição , item este obrigatório à apresentação aos candidatos convocados para entrevista técnica e comportamental.
Nos casos de inscrições incompletas ou falta de apresentação do comprovante da inscrição nas convocações solicitadas, estas serão canceladas.

01 - Dados Pessoais

Em caso de convocação, o candidato que marcar a opção "SIM" neste item, deverá levar no dia da entrevista o documento comprobatório (conforme estabelecido no edital) para validação.

Para confirmação, você mandará o laudo médico em PDF para o e-mail: curriculos@hmtjsaudeindígena.org.br com os dados Nº CPF, NOME COMPLETO DO CANDIDATO, NOME DO DSEI (VAGA PCD), descrevendo sua deficiência para avaliação se o candidato poderá entrar na cota estabelecida para esta vaga

02 - Endereço

03 - Contato

04 - Formação Escolar

Em caso de convocação, o candidato deverá levar no dia da entrevista o documento comprobatório (conforme estabelecido no edital) para validação.

05 - Experiência Profissional

Em caso de convocação, o candidato deverá levar no dia da entrevista o documento comprobatório (conforme estabelecido no edital) para validação.

06 - Ciência

1) O profissional de saúde indígena deverá ter disposição e qualificação para atuar em contexto de pluralidade cultural, isto é, ter facilidade para o diálogo e saber trabalhar em equipe, conhecer e respeitar a diversidade étnica e cultural existente no país, se comunicar de maneira clara, e ter flexibilidade e disposição para aprender com a população a qual se destina o serviço. Também deverão conhecer os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), as diretrizes da Política Nacional de Atenção Básica (PNAB) e da Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas (PNASPI). Estar ciente de que poderá compor a Equipe Multidisciplinar de Saúde Indígena (EMSI), ter disponibilidade para trabalhar em regime de escala e disponibilidade para viagens. Tratar com respeito e humanismo os usuários do serviço e colegas de trabalho. As atividades do profissional de saúde indígena são complexas e exigem compreensão do conceito ampliado de saúde, que demanda atenção a diferentes aspectos, como condições socioculturais e econômicas, geográficas, logísticas e epidemiológicas das comunidades indígenas, sendo prioritária a atenção integral de indivíduos e famílias, e o enfoque clínico, epidemiológico e holístico que contemple as práticas de saúde tradicionais, de acordo com as diretrizes da Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas. Dentre as principais atividades a serem desenvolvidas encontram-se o planejamento, organização, execução e avaliação das ações de saúde individuais e coletivas na esfera do cuidado, vigilância, promoção e educação em saúde. O profissional deve ainda atender ao prescrito na legislação geral e específica de sua área de atuação relacionada, operar sistemas informatizados, proceder a rotinas administrativas e participar monitoramento e avaliação de políticas e programas preconizados pelo Ministério da Saúde e SESAI; Inclusão da responsabilidade de registro de produtividade e demais informações de saúde nos sistemas oficiais da SESAI, assim como manter o cadastro atualizado no sistema de recursos humanos.
2) Recomenda-se que todos os profissionais que trabalham em área ou nas CASAI mantenham cartão de vacina atualizado, de acordo com o Calendário Nacional de Vacinação, considerando a transmissibilidade das doenças imunopreveníveis e a vulnerabilidade epidemiológica de algumas populações indígenas que não possuem memória imunológica para algumas dessas doenças, bem como vacinações que se fizerem necessárias por solicitação do programa coordenado pelo SESMT da OSSHMTJ.
3) Os profissionais deverão cumprir as escalas de serviços estabelecidas; zelar e responsabilizar-se pelos materiais e equipamentos das Unidades Básicas de Saúde Indígena - UBSI e demais equipamentos de saúde, conferindo-os periodicamente.
4) Desempenhar atividades em consonância com os programas de saúde desenvolvida pelo DSEI e em conformidade com as políticas estabelecidas pelo Ministério da Saúde.
5) Disponibilizar regularmente, em meios de fácil acesso, e institucionalizar todas as informações e os documentos produzidos nas rotinas de trabalho – ressalvadas as informações de caráter sigiloso que deverão ser tratadas de acordo com a legislação vigente e demais aspectos éticos (Lei Nº 12.527, De 18 De Novembro De 2011; Decreto Nº 7.724, De 16 De Maio de 2012).
6) Todos os profissionais deverão respeitar o direito de imagem indígena de acordo com a legislação vigente e demais aspectos éticos (Constituição Federal de 1988; Portaria nº 177 PRES, de 16 de fevereiro de 2006 da Fundação Nacional do Índio –FUNAI).
7) Os profissionais de saúde competentes deverão manter o registro das informações sobre assistência prestada atualizadas em prontuário do paciente conforme legislação vigente e resoluções dos respectivos conselhos de classe.
8) É desejável que o registro das informações para inserção no Sistema de Informação da Atenção à Saúde Indígena (SIASI) seja realizado pelos próprios profissionais de saúde, sendo a decisão sobre a digitação dos dados no Sistema discricionária ao DSEI
9) As informações prestadas no momento da inscrição são de inteira responsabilidade do candidato, devendo este responder por qualquer falsidade. concordância com as regras estabelecidas no presente Edital e com as que vierem a ser lançadas durante o período de vigência do Processo Seletivo Público Simplificado.